27 de agosto de 2014

Seja uma raridade, aprenda a ouvir!



No processo de educação humana um dos primeiros passos é o aprendizado da fala, logo depois a escrita e com isso alcançamos um diferencial entre os animais, a comunicação. Nós revolucionamos a forma de nos comunicarmos, não é atoa que vivenciamos a era da comunicação tecnológica, da informação, são inúmeros meios para você está conectado a tudo. Temos smartphones, notebooks, ultrabooks, tablets, computadores, televisão, rádio, multimídia, jornais, revistas, jogos e claro, a internet com suas redes sociais, tudo isso para suprir a necessidade da comunicação, ou seja falar. 

Entretanto, não basta apenas falar e falar, o ser humano também precisa aprender a falar, por isso empresas visam tanto profissionais com características de líder. Temos vários cursos de liderança, e de oratória disponíveis no mercado para você falar bem. Porém, num mundo em que todos só desejam  falar, o que falta são pessoas que saibam ouvir. Mas afinal, porque todo mundo quer falar e ninguém quer ouvir?

Escutar é uma tarefa difícil quando temos nossa mente cheia de opiniões e pensamentos mal formados prontos para serem ditos sem grande reflexão. Não basta apenas ter ouvidos para saber ouvir, é necessário ter uma paz interior para aquietar-se a mente e prestar atenção no que o outro está a dizer. Escutar e entender o outro é um dom de poucos. 

Em uma conversa geralmente não escutamos o que o outro diz. Enquanto alguém fala, nós apenas identificamos o tema e já vamos criando mentalmente o que iremos falar sobre aquilo, então nós falamos nossa opinião tentando muitas vezes, demonstrar que é melhor que a do outro. Somos um tanto quanto egoístas, não refletimos sobre o que o alguém falou. Logo, quem aprende a escutar pensa e reflete na fala do outro, para isso fica um longo tempo em silêncio, acaba se colocando na situação do próximo e por fim, entende o próximo.

Ficar em silêncio pode trazer grande aprendizagem para a nós, você pode aprender muito mais do que ouvir o outro, mas também ouvir a si mesmo e é por isso que vários mestres passam um longo tempo meditando, aprendendo a silenciar a mente. Então, como conseguiremos ouvir os outros se não conseguimos escutar a nós mesmos? Pense agora em qual foi a última vez que você ficou em silêncio para refletir sobre a sua vida, sobre o que tem feito de você mesmo. Consegue lembrar?

Estamos o tempo todo querendo falar, tentando buscar um pouco de atenção e isso deve-se ao fato que não temos ninguém que realmente nos ouça, que nos entenda, por isso, temos que atualizar o status no facebook pra demonstrar como estamos nos sentindo, ou tirar uma selfie para alguém curtir e comentar. Porque numa época em que estão todos conectados a tudo e falando como se sente, curtir e comentar um status, enviar uma mensagem no whatsapp, demonstrar um mínimo de atenção por 5 segundos é quase uma prova de amor.   

A verdade é que nós acabamos por ter milhares de amigos nas redes sociais, mas as vezes nenhum que realmente se importa com o que você está sentindo, nenhum que esteja disposto a ouvir e entender você, não é verdade? Afinal, em todo começo de conversa lhe perguntam se está tudo bem e mesmo que não esteja você diz que está, porque sabe que o outro só perguntou por educação e não porque ele deseja realmente saber se você está bem. Aliás, encontrar pessoas que realmente queiram saber sobre como você se sente é uma raridade, então valorize caso conheça alguém assim.

Por incrível que possa parecer, na era da comunicação, falta mesmo é comunicação com entendimento. "_Espera, o que você falou mesmo? Desculpa me perdi!" Se não conseguimos nem escutar o que o outro está a dizer, como iremos se importar com alguém então? ( Isso é uma questão para outra postagem)

Mas, o que devo fazer pra me tornar uma pessoa que saiba ouvir, já que um curso de "escutatória" ainda não existe (se existe desconheço)? Como eu já mencionei, aprender a ouvir é algo difícil e requer muito de você mesmo, um longo trabalho de acalmar a mente e ter foco. Não posso lhe ensinar a escutar, mas posso dar algumas discas que podem lhe ajudar nesse processo.


  1. Não interrompa: Enquanto o outro estiver falando, deixe-o falar, não o interrompa. É como se você já soubesse tudo que ele tem a dizer e quer dar logo a sua opinião pra fim de papo. ( A não ser que você tenha DDA com mente inquieta, como no meu caso haha).
  2. Reflita: Com o término da conversa, tire um tempo para refletir sobre o assunto.
  3. Medite: Tire um tempo para ouvir a você mesmo, seja meditando, ficando em silêncio, apenas contemple a sua própria companhia. Entenda o que você está sentindo.
  4. Tente se importar: Quando perguntar para alguém como vai? ou tudo bem? Realmente queira entender o que pode significar esse "bem".
  5. Ouça música: Tire tempo para apenas ouvir alguma música, seja clássicas ou não, alguma música que possa fazer você sentir algo e tente não pensar em nada, apenas foque no que está a ouvir.
  6. Olhe nos olhos: Esqueça seu celular! Em uma conversa esteja totalmente disposto a conversar, então olho nos olhos, leia os sentimentos do outro através do olhar.

  7. Conheça o outro: Tente conhecer melhor seus amigos, sua família, seja entendendo seus gostos, aconselhando, ou simplesmente perguntando sobre como foi o dia, queira saber os detalhes, mostre interesse.


Não trabalho com estatística, mas posso me arriscar a dizer que os principais problemas que existem em relacionamentos hoje são causados pela falta da boa comunicação, do entendimento, ou seja, de saber escutar, de se colocar no lugar do outro e entender o que ele está sentindo.

Portanto, ao se relacionar com alguém saiba dar valor as conversas, aos momentos de companhia. Seja essa raridade que é ser alguém que sabe escutar.  E se você tem alguém que demonstra se importar contigo, agradeça pois, mais difícil que aprender a ouvir é encontrar alguém que esteja disposta a te escutar.

Por fim, como disse  o escritor francês Jules Renard, 


"Hoje, não se sabe falar porque já não se sabe ouvir."


Ps: A música de hoje é da banda inglesa Guillemots e se chama Dancing In The Devil's Shoes, coloquei essa versão com o intuito de fazer você leitor realmente prestar atenção na música, porque a voz quase a capella do Fyfe está sensacional, concorda?

Aquele beijo na testa e até a próxima!


Compartilhe