18 de março de 2011

Pela rua...


"Ando devagar porque ja tive pressa e levo esse sorriso porque ja chorei demais..."

Caminho pela rua refletindo, deixo meus sentidos a flor da pele como se quisessem sentir o mundo e ao redor dele, e então a cada passo, a cada árvore vista, ao barulho dos carros, o letreiro da famacia, as pessoas com suas sacolas e compras, algumas apressadas outras nem tanto, andam daqui, correm de lá, pingos de suor no rosto, e um aparelho de música no bolso... Até mesmo os afazeres diários como limpar a casa, sinto o cheiro de limpeza, roupa lavada, comida sendo feita, crianças indo a escola, sapatos rosa, preto azul, branco de todas as marcas e gostos, uma poça de lama formada pela chuva, uma senhora com um guarda chuva, ora um guarda-sol.... O cachorro mexendo no lixo, ou um homem parecendo bixo... sons, gostos, gestos, sentimentos....

A cada movimento um sorriso, uma lágrima... A cada inspiração um gostinho de vida, a cada expiração uma reflexão, Deus nos ajuda a cada instante, manda o sol, a chuva, a lua, o vento, tudo... tudo conspira a nosso favor, tudo cheira a Vida, tudo é vida, o nada é o tudo, e o tudo é apenas um longo caminho para aquilo que chamamos de paraíso... e isso é só o que eu vejo quando ando por aí, pela rua....

E você o que faz quando anda na rua? O que pensa? O que vê? O que sente?
Comece a olhar a vida por outro ângulo e veja o quanto vc está cego ou o quão vc enxerga!

Grande beijo nos ribossomos e um abraço apertado no baço!

Compartilhe